Você está demitido!

Leio uma alentadora notícia hoje, mostrando que nosso país caminha velozmente em direção à seriedade que todos exigimos. Tão veloz quanto o cágado manco que trouxe meu celular do conserto…

6a00e554b11a2e8833011168ecf3b3970c-320wi Refiro-me à demissão do ex-chefe de Polícia Civíl do Rio de Janeiro, o ex-Deputado Estadual Álvaro Lins. Álvaro tem uma extensa folha corrida onde constam traquinagens como corrupção, lavagem de dinheiro, facilitação de contrabando e formação de quadrilha.

Além dessas, o processo administrativo acrescenta outras malcriações como “comando de agentes de autoridade com fins ilícitos, loteamento de Delegacias, inversão hierárquica, recebimento de propinas regulares (será que tinha contrato com prazo definido e multa por cancelamento, igual operadora de celular?), acobertamento e proteção dos interesses de determinado contraventor e aumento patrimonial absolutamente incompatível com os rendimentos”.

Mesmo com “conjunto comprobatório farto”, o processo demorou 667 dias para resultar na demissão de Lins. Nesse período, ele chegou a ser foragido até da Interpol – aquela polícia que persegue o Ronald Biggs e o Cacciola – cuspiu no chão duas vezes, reaproveitou um selo, furou a fila no cinema até ser finalmente preso em agosto do ano passado.

Suas ações, ainda segundo a elegante prosa processual, são de “extrema gravidade”, com “repercussão nefasta à imagem institucional (ou seria repercussão à nefasta imagem institucional?), ofensa aos valores morais e deontológicos (ah, os dentistas…) que devem nortear a atividade policial, conseqüências negativas de difícil reparação, condutas ilícitas com abuso e desvio de poder”

Nos 667 dias que duraram o processo (dá para ter dois filhos não-gêmeos e uma ninhada de cachorros nesse período) os sete imóveis e dois automóveis de propriedade de Lins – totalizando R$ 1,7 milhão – não foram suficientes para comprovar improbidade administrativa.

Desde 14 de maio de 2007, quando foi instaurado, o processo tenta provar que Álvaro Lins não reunia condições para continuar chefiando a polícia carioca. A julgar pela ficha corrida acima, acho que ninguém está mais qualificado do que ele.

* * * * * * * * * *

Mas como eu não quero ser rotulado de pessimista, gosto de terminar meus posts com algo mais animador. Ontem a corrupção no país sofreu um duríssimo golpe e, certamente, está agonizante: um fiscal do Detran foi preso em flagrante recebendo R$ 50,00 para liberar um carro irregular da vistoria obrigatória. Agora sim! Vamos dormir mais tranqüilos…

Um pensamento em “Você está demitido!”

  1. Seu texto me fez lembrar de uma notícia publicada em Janeiro deste ano que falava: “Segundo a ONU, o Brasil é corrupto, desigual, violento e racista…” será que falta mais algum adjetivo?!?! pelo visto estamos buscando mais alguns e o pior de tudo isso é que o nosso Governo não passa da mais pura hipocresia da democracia. Anyway… apesar de tudo isso somos brasileiros e não desistimos nunca!!
    Um beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *