Pobre Tiririca…

Ao que tudo indica, Francisco Everaldo de Oliveira Silva vai fazer história no Congresso Nacional. Depois de ter sido o deputado federal mais votado do Brasil, Tiririca passou a ser o congressista mais perseguido do Legislativo.

Nesta semana o presidente do Conselho de Ética da Câmara, o deputado José Carlos Araújo (PDT-BA) pediu explicações a Tiririca sobre a contratação de dois humoristas para o seu gabinete, com salários de R$ 8.000,00 cada um. Por ocuparem cargos comissionados de natureza especial, Américo Niccolini e Ivan Oliveira nem precisam ir a Brasília para fazerem jus a seus salários.

O perseguido deputado Tiririca (FOTO: Aílton de Freitas/O Globo)
O perseguido deputado Tiririca (FOTO: Aílton de Freitas/O Globo)

Após a repentina notoriedade alcançada com a segunda maior votação da história do país (perdeu para outro fanfarrão, Enéas Carneiro, confirmando que o brasileiro é muito sério na hora de votar), Tiririca tornou-se o aliado favorito de políticos que querem aparecer às suas custas e de jornalistas desocupados.

Ao interpelar Tiririca, José Carlos Araújo disse que o fazia como colega e não como presidente do Conselho de Ética. Ora, as duas coisas são inseparáveis. A partir do momento em que assume o cargo, o cargo também o assume e, sendo assim, tudo o que ele disser lá dentro será como presidente do Conselho, queira ele ou não.

Além disso, quando o Tiririca contrata dois amigos seus que nem precisam aparecer lá para receber, quem tem que dar explicações são as pessoas que criaram, aprovaram e mantiveram tal regra! Mas isso ele não questiona – nem em nome da Ética nem de qualquer outro princípio que ele finja encarnar.

Por que o zeloso deputado não questionou, em nome da Ética, o aumento do número de assessores parlamentares, recentemente elevado para 32? Simplesmente porque esta é uma iniciativa impopular frente àqueles que o colocaram para tomar conta do galinheiro. E porque bater no Tiririca dá mais IBOPE.

Talvez até José Carlos Araújo esteja certo e Tiririca precise explicar quem são as pessoas que contratou. Mas seria igualmente bom se cada deputado fizesse o mesmo. Mas por que o presidente do Conselho de Ética não cobra todos? Por que vai atrás somente de Tiririca? Certamente porque dele não ouvirá uma resposta como esta.

4 pensamentos em “Pobre Tiririca…”

  1. isso eh q eh uma mente perspicaz =p
    eu tinha notado q a mídia tava aproveitando para apontar em tiririca comportamentos q sao corriqueiros a todos la… eh bem claro pra mim q eh pq isso da ibope..e tem q falar d tiririca pq ele eh um expoente da decadence.. mas o texto ficou excelente

  2. Estava achando seu blog bastante interessante, até chamar o Enéas de fanfarrão. Essa figura foi uma das mais inteligentes que já passaram pela política nacional. Você deveria pesquisar um pouco mais a respeito de quem ele foi e do porquê das coisas que ele dizia, antes de pensar em colocá-lo no mesmo saco que o Tiririca.

  3. Thiago, a parte do texto que fala de Enéas refere-se à quantidade de votos e sua campanha eleitoral. Independentemente de o falecido médico ser um gênio, seus programas de TV não eram exatamente um primor – tanto que ele ficou mais conhecido como a forma como dizia “meu nome é Enéas” do que por suas ideias ou mesmo realizações.
    Atenciosamente, Rodolfo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *